Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Escolas

Deputado quer derrubar veto para
proibir venda de refrigerante em escola

Rinaldo vai conversar com governador para que veto seja reconsiderado

21 JUN 17 - 12h:59IZABELA JORNADA E VÂNYA SANTOS

Projeto de lei aprovado na Assembleia Legislativa no ano passado, que proibia a venda de refrigerantes em escolas estaduais de Mato Grosso do Sul, foi vetado pelo Governo do Estado em setembro de 2016, porém, hoje (21), o líder do Governo na Casa, deputado Rinaldo Modesto (PSDB) pediu retirada do veto. "Nem sempre o veto é de opinião do governador Reinaldo Azambuja. Esse, por exemplo, foi vetado pela assessoria jurídica do Estado", explicou o parlamentar.

Rinaldo declarou que vai conversar com o governador para que o veto seja reconsiderado. "O projeto de lei, de autoria do parlamentar Márcio Fernandes (PMDB), é muito importante para saúde das nossas crianças", defendeu.

Um dos argumentos dos deputados é de que, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), 33,5% das crianças do Brasil estão com sobrepeso e 14,3% obesas. "Além do que, pesquisas indicam que uma lata de refrigerante equivale a 36 gramas de açúcar, 11 gramas a mais do que o recomendado por dia pela OMS", disse Márcio.

No site NBC News, pesquisa aponta que 184 mil pessoas morrem, por ano, devido ao consumo de refrigerantes.

Outro argumento é de que a própria Ambev, Coca-Cola Brasil e Pepsi Brasil divulgaram, no dia 22 de junho de 2016, nota declarando que seus produtos são prejudiciais à saúde e que não seriam mais comercializados em escolas. "Porém, donos de cantinas em escolas compram os refrigerantes em supermercados. Queremos a aprovação da lei para que a ação seja ilegal", finalizou Márcio.

Já a assessoria de comunicação da Coca-Cola Brasil alega que a decisão não foi tomada pelo fato de o produto ser prejudicial à saúde, mas sim porque a empresa entende que a criança não tem maturidade suficiente para tomar decisão de consumo.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Dois hospitais de MS realizarão diagnóstico gratuito de câncer de pele
DEZEMBRO LARANJA

Dois hospitais de MS realizarão diagnóstico gratuito de câncer de pele

Especialista vê com cautela bancos de areia em lago de parque da Capital
MEIO AMBIENTE

Especialista vê com cautela bancos de areia em lago

Usina pagará R$ 100 mil de indenização por reincidência em irregularidades trabalhistas
REINCIDENTE

Usina pagará R$ 100 mil
de indenização por irregularidades trabalhistas

Detran leiloa quase 800 veículos, com lance inicial de R$ 300
OPERAÇÃO LIMPA PÁTIO

Detran leiloa 800 veículos,
com lance inicial de R$ 300

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião