Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

PICHAÇÃO

Deputado pede que vândalos
paguem o valor integral por danos

Parlamentar foi motivado depois de depredações no Carnaval

14 MAR 19 - 11h:23IZABELA JORNADA E YARIMA MECCHI

Projeto de lei que determina ressarcimento integral dos danos causados por aquele que pichar ou praticar algum tipo de vandalismo foi apresentado na Assembleia Legislativa, durante sessão desta quinta-feira (14). A proposta foi motivada após as depredações que aconteceram, principalmente, em Campo Grande, no período de Carnaval, em que jovem de 21 anos foi detido por guardas municipais e levado para delegacia por ter sido flagrado durante os desfiles de blocos que estavam sendo realizados na Esplanada Ferroviária.  

De acordo com a matéria, de autoria do deputado Marçal Filho (PSDB), o objetivo da proposta é de inibir vandalismo, bem como valorizar e preservar o patrimônio público.

Além da pichação que aconteceu no Hotel Gaspar, situado na Avenida Calógeras, na região central de Campo Grande, outros estragos foram registrados também, como a grade da Avenida que chegou a ficar destruída após ações de vandalismo. Ninguém foi pego em flagrante e a conta ficará para a prefeitura pagar. 

De acordo com vereadores da Câmara Municipal de Campo Grande, o problema não foi registrado apenas na Capital, mas sim em todo o Brasil.

Para a festa tradicional "Enterro dos Ossos", o Executivo municipal colocou tapumes em volta do monumento Maria Fumaça e fortaleceu a segurança do local. A estratégia inibiu as ações de vândalos e não houve registro de ocorrência de nenhum fato após a festa.

O projeto será encaminhado para as comissões e posteriormente apreciado em plenário.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Rádio, impresso e tv são meios com maior credibilidade junto à população
PESQUISA

Rádio e impresso são meios com maior credibilidade

Justiça condena Sanesul a reparar danos ambientais em Três Lagoas
SOB PENA DE MULTA

Justiça condena Sanesul a reparar danos ambientais

Obras na Consul Assaf e Bandeirantes devem sair do papel com convênio de R$ 169 milhões
JUNTOS POR CAMPO GRANDE II

Obras na Consul Assaf e Bandeirantes estão em convênio de R$ 169 milhões

Clientes que não receberam materiais da Bigolin devem recorrer à justiça
FALIDA

Clientes que não receberam materiais da Bigolin devem recorrer à justiça

Mais Lidas