Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quarta, 14 de novembro de 2018

PAGAMENTO FUNCIONÁRIOS

Depois de três meses de atraso, Santa
Casa paga salário de 650 médicos

Denúncia partiu de profissionais que prestam serviços

15 SET 2018Por LUCIA MOREL E NATALIA YAHN05h:00

A Santa Casa de Campo Grande pagou na sexta-feira, depois de três meses de atraso, o salário de 650 dos 1.000 médicos que trabalham no hospital. Os profissionais são pessoa jurídica (PJ) ou autônomos e apresentaram denúncia aos Ministérios Públicos do Estado (MPMS) e do Trabalho (MPT) no último dia 11 de setembro. 

O presidente da Associação dos Médicos da Santa Casa de Campo Grande (Amesc-CG), Alex Cunha Alonso afirma que os profissionais contratados via Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) estão com o pagamento em dia, já os demais, não haviam recebido até a tarde de sexta.

Tais médicos ganham por produção, ou seja, mediante a quantidade de procedimentos que realizam. São cirurgiões cardíacos, ortopédicos, ultrassonografistas e outras especialidades. Conforme Alonso, há profissionais que realizam cirurgias apenas na Santa Casa e dependem do pagamento do hospital para quitar suas contas.

“São salários altos e não tenho como falar quanto está em atraso, mas sabemos que estamos sem pagamento há três meses”, afirmaou na tarde des sexta, pouco antes de ser informado que o pagamento havia sido feito. Ele é celetista no Pronto Socorro infantil, mas PJ na maternidade da Santa Casa.

Sobre alguma resposta do hospital aos profissionais, o presidente da associação afirma que a instituição se cala  e não oferece uma resposta. “Eles não nos dão resposta”.

Os médicos ameaçaram parar os atendimentos caso a situação se prolongasse. Em contato com a assessoria do hospital, a reportagem não recebeu resposta até o fechamento deste material.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também