Campo Grande - MS, segunda, 20 de agosto de 2018

Estupro de vulnerável

Defesa de José Carlos Lopes
vai recorrer da condenação

Sentença foi proferida na segunda, totalizando 19 anos e 10 meses de reclusão

24 OUT 2017Por ALINE OLIVEIRA09h:27

O advogado José Belga Trad, responsável pela defesa do empresário José Carlos Lopes, condenado por crime de estupro de vulnerável na última segunda-feira (23), afirmou que irá recorrer da sentença. O réu recebeu uma pena de 19 anos e dez meses de prisão, conforme decisão do juiz Marcelo Ivo, da 7ª Vara Criminal.

"Ainda não recebemos a notificação, mas, iremos recorrer da decisão. Por enquanto não posso revelar mais detalhes, pois é preciso analisar o documento", argumenta o jurista. 

A investigação realizada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) comprovou que o empresário praticava conjunção carnal e atos libidinosos com uma adolescente de 13 anos e outra de 10 anos. 

Entre o material comprobatório estão várias gravações telefônicas autorizadas pela justiça, na qual foram registradas conversas entre José Carlos Lopes e Rosedélia Alves Soares, a Rose, acusada de aliciamento de menores para a exploração sexual.

No caso da aliciadora, que também foi condenada, a pena por exploração sexual foi de 25 anos, sete meses e 24 dias de prisão e o pagamento de 113 dias/multa. Isso porque foi confirmado que a ré submeteu cinco vitimas à prostituição, sendo uma de 10 anos, duas de 13 anos e outras duas de 14 anos de idade. 

 

 

Leia Também