Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

DUPLICAÇÃO INACABADA

Contrato de concessão da
BR-163 pode passar por revisão

Governador se reuniu com autoridades em Brasília

21 FEV 19 - 16h:32FÁBIO ORUÊ

Duplicação não-concluída da BR-163 pode fazer com que o contrato com a CCR MSVia, empresa que administra a rodovia, passe por revisão. Em audiência com autoridades, em Brasília, o governador Reinaldo Azambuja discutiu soluções para o problema.

Conforme informações da assessoria do Governo do Estado, o resultado da reunião com o presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), José Mucio Monteiro, e com os governadores de Goiás e Mato Grosso, Ronaldo Caiado e Mauro Mendes, respectivamente, além do secretário de Infraestrutura de Minas Gerais, Marco Aurélio, foi a decisão pela revisão contratual da empresa responsável.

“Todos foram unânimes de que precisamos de uma solução urgente. Tem as opções. O ministro é defensor de que a melhor opção é a revisão contratual. Nós também acreditamos nisso e ficou do ministro Tarcísio [Gomes de Freitas, de Infraestrutura] encaminhar esse pedido ao TCU, que analise essa questão da terceira etapa, com os documentos, para uma revisão contratual”, contou Reinaldo Azambuja.

A CCR MSVia assumiu a BR-163 em 2014 e recebeu o direito de explorar pedágios na pista em troca de investimentos na duplicação, que ainda não foi concluída.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Justiça suspende operações em mais uma barragem da Vale

BRASIL

STJ reduz pena de Elize Matsunaga, condenada por esquartejar marido em SP

Mulher será indenizada em R$ 15 mil depois de ser atingida por toldo de loja
JUSTIÇA

Mulher ferida por toldo de loja será indenizada

Shopping é condenado a pagar R$ 10 mil por falsa acusação de furto
CAMPO GRANDE

Shopping é condenado a pagar R$ 10 mil por falsa acusação de furto

Mais Lidas