OPORTUNIDADE

Começam inscrições para vagas de estágio em Correios de MS

São 23 vagas para 16 cidades do Estado destinadas a alunos do ensino médio
08/09/2015 07:36 - LAURA HOLSBACK


Inscrições para preenchimento de 23 vagas de estágio em 16 empresas dos Correios de Mato Grosso do Sul começam hoje (8).

As ofertas são para os municípios de Campo Grande, Camapuã, Chapadão do Sul, Corumbá, Deodápolis, Dourados, Glória de Dourados, Iguatemi, Naviraí, Nova Alvorada do Sul, Nova Andradina, Paranaíba, Ponta Porã, Rio Brilhante, Rio Verde de MT e Três Lagoas.

De acordo com informações da assessoria de imprensa do setor, podem participar alunos do nível médio (1º, 2º e 3º ano) de escolas públicas da rede Estadual de Ensino e do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS).

Entre os critérios exigidos, a faixa etária do candidato que deve ser de no mínimo 16 anos. Outro requisito é que o estudante tenha obtido média final igual ou superior a 6,0 em disciplinas do último ano cursado.

A bolsa a ser paga é de R$349,95, mais auxílio transporte no valor de R$92,84 e vale alimentação/refeição de R$197,11. A jornada de trabalho é de 20 horas semanais.

INSCRIÇÕES

A ficha de inscrição está disponível no site www.correios.com.br. Preenchidas, elas deverão ser entregues juntamente com a documentação exigida, nos endereços constantes na Nota de Abertura.

As inscrições se encerram em 18 de setembro e são gratuitas.

A Nota de Abertura e outras informações podem ser acessadas aqui.  

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".