Campo Grande - MS, terça, 21 de agosto de 2018

Secretaria de Educação

Investigada na Lama Asfáltica agora têm
R$ 58 mi contratados pelo governo

Contratos entre Estado e H2L, investigada pela PF, atingem R$ 58 milhões

5 OUT 2017Por EDUARDO MIRANDA12h:00

Com novo contrato com a Secretaria Estadual de Educação (SED), de R$ 13,7 milhões, assinado em 22 de setembro último e publicado no Diário Oficial de Mato Grosso do Sul desta quinta-feira (5), a H2L equipamentos passa a ter R$ 58,3 milhões contratados com a administração estadual. 

O mais recente vínculo entre o governo e a empresa de Rodolfo Pinheiro Holsback é com a SED, e terá vigência de 12 meses. Os R$ 13.764.000,00 serão utilizados na locação de equipamentos e softwares, com o objetivo de atender as necessidades da SED. 

INVESTIGADA

A H2L é investigada pela Polícia Federal. Durante a 4ª fase da Operação Lama Asfáltica, desencadeada em maio deste ano, Rodolfo Pinheiro Holsback foi um dos alvos da ação policial, e durante cumprimento de mandado de busca e apreensão, acabou preso em flagrante por posse ilegal de arma de fogo e munições. Foi libertado depois de pagar fiança.

Esta fase da investigação da Polícia Federal ficou conhecida como "Máquinas de Lama". Situação em que foram constatados pagamentos de propina por meio de contrato de aluguel de máquinas. 

Esta modalidade de contrato com administração pública, diga-se de passagem, é um dos principais negócios da H2L. 

Leia Também