Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

ANUÁRIO ESTATÍSTICO DO TURISMO

Com aumento de 14%, MS é o 6º estado com maior alta na entrada de turistas

Estado recebeu 91,5 mil estrangeiros no ano passado

13 JUN 19 - 15h:45GLAUCEA VACCARI

Mato Grosso do Sul é o sexto estado do País que registrou a maior alta na entrada de turistas estrangeiros, com crescimento de 14% em 2018, segundo dados do Anuário Estatístico do Turismo, divulgado pelo Ministério do Turismo nesta semana, com base em informações da Polícia Federal.

De acordo com o levantamento, apenas 11 estados tiveram aumento nas chegadas de visitantes de outros países, ficando Mato Grosso do Sul atrás apenas de Pernambuco (45,7%), Minas Gerais (44,8%), Ceará (44,1%), Amapá (31,2%) e Santa Catarina.

No ano passado, o Estado recebeu 91.518 mil turistas estrangeiros, 11.248 a mais do que em 2017, quando 80.270 estrangeiros chegaram até Mato Grosso do Sul.

A maioria dos visitantes chega  por meio terrestre, sendo 91.176 entrando no Estado por esta via de acesso, enquanto 308 chegaram via aérea e apenas 34 via fluvial. Os meses de janeiro e fevereiro são os preferidos pelos viajantes, concentrando quase o dobro de visitantes do que os demais meses do ano.

Mais de 90% dos turistas que visitam Mato Grosso do Sul vem da Bolívia e Paraguai, países que fazem fronteira com o Estado. Os dois países vizinhos enviaram 82.214 turistas para o Estado no ano passado.

BRASIL

No cenário nacional, também houve crescimento de 0,5% em relação a 2017, com 32.606 turistas internacionais a mais em destinos brasileiros. No ano, foram 4.328.074 visitantes.

Para o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, os dados configuram um excelente termômetro para as ações que o Ministério vem implementando ao longo dos cincos meses de gestão. Este crescimento, fora do eixo São Paulo-Rio de Janeiro, demonstra  avanço na diversificação e qualificação da oferta turística de outros estados, melhorias na infraestrutura da região e ações de promoção.

“No fundo, o ponto central é a priorização do turismo brasileiro nos municípios e estados em uma gestão integrada e uniforme. Nesse sentido, vivemos um momento único, que oferece uma excelente oportunidade ao nosso país”, ressalta o ministro.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Pesquisa mostra que 97% das mulheres já sofreram assédio em transporte

Em audiência sobre tragédia da Chape, Nelson Trad cobra ajuda à familiares
ACIDENTE AÉREO

Em audiência sobre tragédia da Chape, Nelson Trad cobra ajuda à familiares

Nove são presos por suspeita de envolvimento com furto de cocaína em delegacia
INVESTIGAÇÃO EM SIGILO

Nove são presos por envolvimento com furto de cocaína em delegacia

Acusada de negligência, prefeitura renova licença do Alphaville 3
DEZ ANOS

Acusada de omissão, prefeitura renova licença do Alphaville

Mais Lidas