Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CRIME AMBIENTAL

Clínica veterinária é interditada por manter macaco-prego ilegalmente

Médico foi multado e denunciado ao Conselho de Medicina Veterinária
10/09/2019 20:14 - GLAUCEA VACCARI


 

Médico veterinário, de 35 anos, foi multado em R$ 500 e teve a clínica interditada por manter um macaco-prego ilegalmente no local. Flagrante aconteceu na tarde desta terça-feira (10), em Ponta Porã.

Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) do município acionou a Polícia Militar Ambiental (PMA) com a denúncia de o macaco estava na clínica veterinária. Equipe policial foi ao local e confirmou que a denúncia era verdadeira.

Veterinário, que também é proprietário da clínica, informou que o animal foi deixado no local por uma cliente paraguaia, mas de recusou a indicar quem seria a pessoa.

Macaco-prego foi apreendido e será encaminhado ao Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS), em Campo Grande. Veterinário foi autuado e multado e também responderá por crime ambiental, com pena prevista de seis meses a um ano de detenção, em caso de condenação. 

A clínica foi interditada pelo CCZ e o Conselho de Medicina Veterinária será comunicado, tendo em vista que médicos veterinários devem informar as autoridades sanitárias e ambientais todas as vezes que receberem animais silvestres ilegais para tratamento, sob pena de multas ambientais e sanitárias, responder por crime ambiental e ainda terem a clínica interditada, que foi o caso flagrado.

Felpuda


A tal estratégia de jogar informações nas redes sociais com objetivo de prejudicar adversários está começando a gerar reações. Uma dessas figurinhas vai ter de explicar, na Justiça, o por quê de postagem trazendo suspeitas pesadas contra cabeça coroada, que não gostou nadica de nada de ver o seu nome sendo usado como “bucha de canhão” para fins eleitoreiros. Vem chumbo grosso por aí! E sai debaixo!...