Campo Grande - MS, segunda, 20 de agosto de 2018

Tempo

Chuva fraca deve amenizar calor no sul do Estado

Previsão é de mudanças no tempo nas demais regiões a partir do dia 20

9 SET 2017Por Milena Crestani15h:38

Área de instabilidade pode provocar chuva fraca na região sul de Mato Grosso do Sul, em cidades como Dourados, Ponta Porã e Amambai. Conforme o meteorologista Natálio Abrahão, da estação meteorológica da Uniderp, a mudança mais significativa no tempo deve ocorrer a partir do dia 20, atingindo outras regiões do Estado. Por enquanto, as temperaturas devem continuar altas, podendo fazer ainda mais calor no decorrer da semana em Campo Grande. Neste sábado, a máxima chegou a 36ºC na Capital, aponta o Climatempo. 

A frente fria que atingirá o Sul do País não deve provocar mudanças significativas no Estado e, por isso, as chuvas terão pouco volume e serão concentradas inicialmente na região sul do Estado. Somente depois do dia 20, a massa de ar seco terá alívio em outros municípios, mas as temperaturas ainda podem permanecer altas. “Não temos frio previsto. Essa área de instabilidade poderá trazer ventos fortes e chuva”, alerta o meteorologista. 

A meteorologista Franciane Rodrigues, coordenadora técnica do Centro de Monitoramento de Tempo, do Clima e dos Recursos Hídricos de Mato Grosso do Sul (Cemtec), informou que no período de 14 a 22 de setembro deve ocorrer chuva em boas proporções em todo o Estado, o que vai minimizar o clima atual, que se encontra abafado e uma umidade relativa do ar em níveis críticos e de emergência. Após o dia 22, com a entrada da primavera, haverá também mudanças climáticas que vão favorecer a chegada da estação chuvosa entre o fim do mês e início de outubro.

EFEITOS 
A umidade relativa do ar tem ficado na média de 12% a 20% em Campo Grande, como mostram dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). O calorão e tempo seco favorecem as queimadas e, neste ano, os bombeiros já atenderam 1.577 ocorrências de incêndio à vegetação de janeiro até ontem. Aumento de 197% em relação ao mesmo período do ano passado. 

Leia Também