Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

INTERIOR

Chefe de organização criminosa
é preso pela Polícia Federal

Traficante estava foragido da justiça desde 2015

14 MAI 19 - 17h:00BRUNA AQUINO

Traficante de 41 anos, que não teve a identidade divulgada, foi preso pela Polícia Federal em Ponta Porã, na segunda-feira (13). Foragido desde 2015, o chefe de organização criminosa usava documentos falsos e foi surpreendidos pelos policiais por volta das 13h. Ao todo, a Polícia Federal cumpriu um mandado de prisão e sete de busca e apreensão em residências  próximas à rodoviária da cidade.

Natural de Nova Esperança (PR), o traficante mandava carregamentos de cocaína para as regiões Sul e Sudeste do País e já havia sido alvo da Polícia Federal na Operação Stinger, em 2015. Desde então estava foragido, fora do país e conforme investigações da Polícia Federal ele havia voltado para morar no Brasil. 

Durante as buscas com apoio de Policiais da Força Nacional de Segurança Pública, foram apreendidos sete veículos sendo uma Dodge Ram, uma VW Amarok, um Chevrolet Cruze, no qual havia um “mocó” (compartimento dissimulado para ocultar objetos ilícitos), um VW Gol, duas Fiat Strada e uma moto XT 660; três pistolas: uma Glock .40, uma Glock .380 e uma Ruger .380, além de munição; R$ 10.000,00 e 16 celulares.   

Os bens apreendidos e o preso foram encaminhados para a Delegacia da Polícia Federal em Ponta Porã.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Pesquisa mostra que 97% das mulheres já sofreram assédio em transporte

Em audiência sobre tragédia da Chape, Nelson Trad cobra ajuda à familiares
ACIDENTE AÉREO

Em audiência sobre tragédia da Chape, Nelson Trad cobra ajuda à familiares

Nove são presos por suspeita de envolvimento com furto de cocaína em delegacia
INVESTIGAÇÃO EM SIGILO

Nove são presos por envolvimento com furto de cocaína em delegacia

Acusada de negligência, prefeitura renova licença do Alphaville 3
DEZ ANOS

Acusada de omissão, prefeitura renova licença do Alphaville

Mais Lidas