Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

SAÚDE

Central de Transplantes faz duas captações de órgãos em 24 horas

Rins, córneas e fígados foram levados pela FAB para três destinos

5 AGO 19 - 16h:24GLAUCEA VACCARI

Na última semana, duas captações de órgãos foram feitas em Mato Grosso do Sul. Doadores eram de Dourados e Três Lagoas e os órgãos foram levados pela Força Aérea Brasileira (FAB) para serem transplantados em pacientes de Campo Grande, São Paulo e Distrito Federal.

De acordo com a coordenadora da Central Estadual de Transplantes, Claire Miozzo, as captações ocorreram em 24 horas, sendo quatro rins, dois fígados e duas córneas.

Claire explica que de Dourados foram doados dois rins para São Paulo, um fígado para o Distrito Federal e duas córneas que beneficiaram pacientes de Campo Grande. De Três Lagoas saíram os outros dois rins que foram levados também para São Paulo e um fígado destinado ao Distrito Federal.

O trabalho de captação dos órgãos envolveu equipes do Corpo de Bombeiros de Três Lagoas e Dourados , que fizeram o transporte da amostra de sangue dos doadores até à Capital. Exame de sangue faz parte do procedimento de captação de órgãos, para verificar se há algum tipo de doença que impossibilite a doação.

As equipes da Central de Transplantes foram deslocadas até as cidades do interior do Estado na aeronave utilizada pelo governador em viagens oficiais, que foi cedida pela Casa Militar do Governo do Estado.

Com todos os procedimentos realizados, os órgãos foram levados pela Força Aérea Brasileira (FAB) até os destinos previstos.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Detran pede rescisão de contrato com empresa responsável por radares
DÍVIDA MILIONÁRIA

Detran vai rescindir contrato com empresa de radares

Prefeitura abre processo seletivo com oito vagas e salário de R$ 3,2 mil
CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA

Prefeitura abre processo seletivo com salário de R$ 3,2 mil

BRASIL

Bolsonaro levanta suspeita sobre ONGs por queimadas na Amazônia

BRASIL

Plenário da Câmara aprova projeto que regulamenta a vaquejada

Mais Lidas