Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

TEMPO INDETERMINADO

CCR quer paralisar duplicação
da BR-163 e demitir 2,1 mil pessoas

Montante previsto de empréstimo não foi liberado; cobrança de pedágios continua

12 ABR 17 - 14h:22EDUARDO MIRANDA E LÚCIA MOREL

A CCR MSVia, concessionária da BR-163 em Mato Grosso do Sul, anunciou na manhã desta quarta-feira a paralisação por tempo indeterminado das obras de duplicação da rodovia. A cobrança de pedágios seria mantida.

A empresa não recebeu o montante previsto do empréstimo com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e propôs à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) a paralisação dos serviços e a alteração do contrato, que determina, entre outra coisas, que os 845,2 quilômetros da estrada fossem duplicados em cinco anos, a contar de 2014.

Conforme o diretor-presidente da empresa, Roberto de Barros, houve aumento de juros do financiamento. Para piorar o cenário, só 21% do volume de recursos previstos foi liberado. Os investimentos para todas estas obras foram orçados em R$ 4,6 bilhões. 

A dificuldade em cumprir as metas resultará, imediatamente, na demissão de 2.180 colaboradores, sendo que 2,1 mil deles são de empresas terceirizadas que prestavam serviço à concessionária. Os outros 80 são da própria CCR. 

Para o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), a desmobilização dos canteiros significa atraso nas obras, redução de investimentos e desemprego.

“A continuação depende de uma decisão da ANTT. Por anos a BR-163 foi considerada a rodovia da morte e vamos tentar intervir com o governo federal para tentar uma viabilidade de retorno desse investimento”. 
 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Integrante do PCC é condenado por executar colega "traidor"
EXECUÇÃO FILMADA

Integrante do PCC é condenado por executar colega "traidor"

Mulher de 34 anos é a 22ª vítima <br>de gripe em Campo Grande
BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

Mulher de 34 anos é a 22ª vítima de gripe na Capital

Detran trocará sistema para evitar novas falhas na rede
INSTABILIDADE

Detran trocará sistema para evitar novas falhas na rede

Detran pede rescisão de contrato com empresa responsável por radares
DÍVIDA MILIONÁRIA

Detran vai rescindir contrato com empresa de radares

Mais Lidas