Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CAÇA ILEGAL

Caseiro é preso por matar animais silvestres a tiros

Tatu-galinha e pacas estavam guardados em freezer
14/08/2019 18:34 - GLAUCEA VACCARI


 

Caseiro, de 42 anos, foi preso por caçar e abater diversos animais silvestres, na região do Cachoeirão, nessa terça-feira (13).

Em ação conjunta da Polícia Civil e Polícia Militar Ambiental (PMA), o caseiro foi abordado e, dentro de um freezer na residência, foram encontrados um tatu-galinha e duas pacas, mortos à tiros, e guardados junto a peixes fora da medida permitida pela legislação.

Também foram apreendidos um revólver calibre .22 e um rifle de mesmo calibre, além de munições do mesmo calibre e duas tarrafas de pesca. O suspeito não tinha autorização para posse de armas.

Ele foi preso e responderá pelos crimes de posse irregular de arma de gogo de uso permitido; caça e pesca ilegais, conforme previsto na Lei de Crimes Ambientais e no Estatuto do Desarmamento.

Os animais silvestres mortos serão destruídos pela PMA, enquanto o pescado, após avaliação, será doado a uma instituição filantrópica.

Felpuda


Político experiente tem repetido que não é o momento de falar em eleições. O momento é de tensão, de incertezas políticas e econômicas – como se o País fosse uma ilha de preocupações cercada pelo coronavírus por todos os lados. Em Mato Grosso do Sul, onde já se registrou morte pela doença e o número de casos só tende a subir, não poderia ser diferente. “É suicídio político para quem ousar falar em eleição neste momento”, conclui. Só!