Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quinta, 18 de outubro de 2018

PONTA PORÃ

Casal acusado de obrigar adolescente a tomar soda caústica está foragido

Caso aconteceu na cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero

12 OUT 2018Por ALINE OLIVEIRA18h:45

O casal, Anderson Rios e Rosa Lorena Del Valle, acusados de obrigar uma adolescente de 15 anos a ingerir soda cáustica, em janeiro do ano passado, após a mulher descobrir que o esposo mantinha relacionamento extraconjugal com a jovem, estão com ordem de prisão decretada pela juíza Sadi Lopez.

Segundo informações do Porã News, o caso aconteceu na cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero, na fronteira com o município de Ponta Porã. Depois de descobrir a traição a esposa torturou a adolescente brutalmente e depois a obrigou a tomar o corrosivo. 

O casal tinha sido beneficiado por medidas alternativas a prisão pelo juiz Edgar Ramirez, mas que foi revocada pela Câmara de Apelação, razão pela que a juíza ordenou a ordem de captura do casal que estaria residindo na região entre Pedro Juan Caballero e Ponta Porã sem ser molestado pelas autoridades policiais.

HISTÓRICO DO CRIME

A adolescente C.T. (15) agredida brutalmente pela patroa identificada como, Rosa Lorena Del Valle, no dia 13 de maio de 2017, teve que ser transferida para Assunção (PY), em razão do grave estado de saúde que apresentou nas ultimas horas.

Segundo informação da polícia local, a patroa obrigou a adolescente a ingerir soda caustica e outros produtos químicos, ter cortado o cabelo  e raspado a sobrancelha da adolescente, por supostamente ter descoberto que a jovem mantinha um romance com o marido identificado como um tal “Anderson” vulgo “Pepe” que seria foragido da justiça brasileira.

O ato ao qual foi submetida a adolescente chocou a sociedade fronteiriça, que cobrou das autoridades a prisão imediata dos culpados e o indiciamento pelo Ministerio Publico de Pedro Juan Caballero, ja que informações indicam que o casal estaria escondido em residência de amigos, com a proteção de alguns agentes da Policia Nacional de Pedro Juan Caballero.

*Com informações do Porã News

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também