APARENTE ACIDENTE

Carros tombados na Afonso Pena atraem atenção de motoristas

Várias viaturas dos bombeiros foram encaminhadas ao local, para simulação de salvamento
15/05/2019 10:14 - GLAUCEA VACCARI


 

Dois veículos tombados no canteiro central da avenida Afonso Pena, próximo ao shopping Campo Grande, chamou a atenção de motoristas e pedestres que passavam pelo local na manhã desta quarta-feira (15). No local, além da aparente colisão, havia equipes do Corpo de Bombeiros, o que levou a população a acreditar se tratar de um acidente.

Apesar da aparente colisão seguida de capotagem, a situação trata-se de uma simulação de ocorrência, em parceria entre o Corpo de Bombeiros e uma universidade da Capital.

Subtenente Valdo, dos Bombeiros, disse à Rádio Mega, o objetivo do simulado é verificar como as equipes de dois quartéis da Capital desenvolvem o salvamento.

“Dentro do salvamento, tem o salvamento veicular. E hoje a gente vai fazer um simulado, onde vai ter a colisão de dois veículos, onde param nessa posição. Haverá uma vítima maquiada dentro do veículo e as guarnições do Parque dos Poderes e Quartel Central serão acionadas simultaneamente, eles não sabem da ocorrência”, disse o subtenente.

O acionamento ocorreu por volta das 10h. Na chamada, os bombeiros foram informados que houve colisão com um dos veículos capotados e vítima presa nas ferragens. Foram encaminhadas ao local viaturas e a equipe de moto socorro.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".