CAMINHÕES E TÁXI

Carreta capota e roda causa <br>outros três acidentes em rodovia

Passageiros de táxi são funcionários do Shopping China
12/09/2017 15:23 - RODOLFO CÉSAR


 

O motorista de uma carreta perdeu o controle na BR-163, no km 37, tombou o veículo e uma das rodas escapou atingindo outras duas carretas. Os acidentes causaram uma intensa nuvem de poeira e um motorista de táxi não viu o pneu e também acabou atingido.

As colisões envolvendo as três carretas e o carro aconteceram por volta das 5h30 de hoje, no município de Mundo Novo. Apesar de muitos danos materiais, ninguém aparentemente feriu-se gravemente.

Mesmo assim, os passageiros do táxi precisaram de atendimento e foram resgatados por equipes dos Bombeiros e da CCR MSVia, divulgou o site cesargaleano.com.

Dentro do carro, com placas do Paraguai, estavam funcionários do Shopping China. Uma das vítimas, Hugo Duarte, relatou ao site cesargaleano.com que ele e outras três pessoas estavam em direção a Ponta Porã. 

O caminhão que primeiro perdeu o controle, saiu da pista e capotou ao bater em uma valeta seguia logo na frente do táxi paraguaio. As outras duas carretas faziam o sentido contrário e a roda danificou apenas a frente desses veículos.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi acionada para orientar o trânsito e evitar novos acidentes. Não foi divulgado o que era transportado pelos caminhões.

A Polícia Civil deve instaurar investigação para apurar os motivos que causaram as colisões. A perícia criminal fez levantamentos para identificar provas.

Todas as vítimas passaram por atendimento no Hospital Bezerra de Menezes, em Mundo Novo.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".