NOVA ANDRADINA

Caravana da Saúde realiza cirurgias oftalmológicas

No domingo será realizado o Dia D, com a participação das entidades parceiras
28/08/2015 17:15 - da redação


 

A Caravana da Saúde iniciou nesta sexta-feira (28) as cirurgias oftalmológicas no complexo montado no estádio Luiz Soares Andrade, em Nova Andradina. Em sua quinta edição, a Caravana já soma mais de 3180 consultas oftalmológicas realizadas desde o dia 25 de agosto, início das atividades na região. Além das cirurgias oftalmológicas, a Caravana também já deu inicio às cirurgias hospitalares, onde estão previstas 240 procedimentos com especialidades em cirurgia geral, ginecologia e ortopedia, que estão sendo realizadas no Hospital Regional de Nova Andradina.

Durante a manhã desta sexta (28) mais de 500 pessoas dos municípios da microrregião de Nova Andradina (Angélica, Anaurilândia, Bataiporã, Ivinhema, Novo Horizonte do Sul e Taquarussu) passaram por consultas e realizaram as cirurgias de catarata nas carretas montadas pela Caravana.

A estimativa é de que cerca de 2 mil cirurgias oftalmológicas sejam realizadas pela Caravana da Saúde. No domingo será realizado o Dia D, com a participação das entidades parceiras da Caravana, onde além das consultas e cirurgias oftalmológicas, serão disponibilizadas consultas e exames em diversas especialidades, participarão: Procon, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, Ministério Público, Sesi e outros parceiros.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".