Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, terça, 13 de novembro de 2018

em campo grande

Caravana da Saúde deixa
dois mil sem atendimento

Estado também não prestou contas ao Conselho Estadual sobre o evento

29 JUL 2017Por DA REDAÇÃO06h:00

A Caravana da Saúde do governo do Estado deixou pelo menos 2 mil pessoas sem atendimento no ano passado, só em Campo Grande.

Próxima de ter sua segunda edição iniciada em agosto, membros do Conselho Estadual de Saúde (CES) denunciam falhas no projeto e questionam a prestação de contas, pois os gastos com a caravana - dez meses após ser encerrada - ainda não foram apresentados. 

O atendimento aconteceu em onze regiões do Estado, entre março de 2015 e setembro de 2016. Na Capital, última região a receber o projeto, as ações tiveram início em maio do ano passado e duraram quatro meses. 

O governo do Estado chegou a anunciar que a fila para cirurgia de catarata tinha sido zerada, o que o CES desmente agora.

“Tem pacientes que fizeram todos os exames, riscos cirúrgicos, e não foram atendidos. Não deram sequência, tanto casos de catarata quanto outras cirurgias”, afirmou o membro do CES e presidente do Conselho Municipal de Saúde de Campo Grande, Sebastião Arinos Júnior. 

Além dos problemas enfrentados com a caravana, o CES denuncia falhas administrativas da atual direção do colegiado.

*Leia reportagem, de Natalia Yahn, na edição de sábado/domingo do jornal Correio do Estado.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também