Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

passagem

Capital vira corredor do tráfico
de cocaína para outros países

Traficantes buscam pequenas quantidades na Bolívia

1 JUN 17 - 06h:30DA REDAÇÃO

Traficantes passaram a usar Campo Grande como corredor do tráfico de cocaína para outros países. Vários casos foram registrados no último mês. A situação também é vista no Aeroporto Internacional de São Paulo (Guarulhos), principal porta de saída para pequenos volumes do entorpecente para o exterior e onde diariamente ocorrem apreensões.

Na noite de terça-feira, operação conjunta entre a Polícia Federal e a Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico (Denar) culminou na prisão de um turco de 35 anos que tentava chegar a Campo Grande com 1,9 quilo de cocaína. O flagrante aconteceu no posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) da BR-262, no município de Terenos. 

No dia 22, comerciante boliviano de 39 anos foi detido pela PF com 3,100 quilos de cocaína escondidos no fundo falso de uma mala, no Aeroporto Internacional de Campo Grande. Pelo transporte da droga da Bolívia até São Paulo, o homem receberia dois mil dólares, prometidos por um amigo de um amigo. 

Três dias depois, a corporação deteve uma boliviana de 41 anos que tentava embarcar no aeroporto com três quilos de cocaína.

*Leia reportagem, de Renan Nucci e Thiago Gomes, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.
 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Em um ano, número de queimadas quase dobram em Campo Grande
MEIO AMBIENTE

Em um ano, número de queimadas quase dobram, aponta comitê

Governo lança em dezembro edital de parceria público-privada com valor de R$ 3,8 bilhões
PRIVATIZAÇÃO

Edital de parceria público-privada será lançado em dezembro com valor de R$ 3,8 bilhões

Saúde alerta para baixa vacinação contra sarampo
ATENÇÃO!

Saúde alerta para baixa vacinação contra sarampo

Professor com quatro empregos usava atestados para dar conta das funções
FOI CONDENADO

Professor usava atestados para dar conta de 4 empregos

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião