Campo Grande - MS, quinta, 16 de agosto de 2018

Epidemia

Vítimas do trânsito superlotam
maior hospital de Campo Grande

Desde o último fim de semana, 112 vítimas de acidente foram atendidas

27 JUL 2017Por DA REDAÇÃO06h:30

O setor de pré-ortopedia da Santa Casa, que conta com seis leitos ativos, recebeu 58 encaminhamentos de vítimas de acidente de trânsito desde o último fim de semana.

Neste período, o número de pessoas que sofreram acidentes em ruas e rodovias de Campo Grande e região chegou a 112 pessoas.

Neste mês de julho, 510 pacientes politraumatizados já passaram pelo maior hospital da Capital. 

O número de acidentados aumenta desde 2012, sem parar. No hospital, os pacientes com traumas ortopédicos respondem a mais da metade dos procedimentos, situação que leva autoridades a considerarem o trânsito uma epidemia.  

“A maioria é vítima de acidente de moto. Estes pacientes chegam aqui com várias fraturas pelo corpo. Muitas vezes um paciente precisa fazer três, quatro, cinco cirurgias diferentes, o que demanda muito tempo”, afirmou o responsável pela pré-ortopedia, Demetrius Ismael.

*Leia reportagem, de Eduardo Miranda e Natalia Yahn, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

 

Leia Também