Campo Grande - MS, quarta, 15 de agosto de 2018

acerto de contas

Vítima esquartejada já tinha feito tráfico de drogas entre Paraguai e Campo Grande

Homem de 22 anos tinha morado em Bela Vista

16 AGO 2017Por RODOLFO CÉSAR18h:31

Fernando do Nascimento dos Santos, de 22 anos, foi executado e esquartejado. O corpo dele foi encontrado por populares na Rua Engenheiro Paulo Frontim, no bairro Jardim Los Angeles, em Campo Grande. A estrada de terra onde estava a vítima fica a 150 metros do anel viário.

A Polícia Militar foi acionada por volta das 10h de hoje para atender a ocorrência e a identificação da vítima só foi dada no meio da tarde de hoje. O delegado que conduz o caso por enquanto é Giulliano Carvalho Biacio, da Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) do bairro Piratininga.

O corpo de Fernando, também conhecido como Neguinho, foi identificado por familiares e a Pax Canaã fez a remoção para o Instituto de Medicina e Odontologia Legal (Imol). Ele é natural de Deodápolis, mas morou em Nova Alvorada do Sul e também em Bela Vista (Paraguai).

A vítima tem passagens pela polícia por associação criminosa, tráfico de drogas e receptação. Em todos esses casos, já há ações no Tribunal de Justiça tramitando e que deram entrada em 2016, entre janeiro e maio.

No caso de tráfico de drogas, ele foi flagrado pela Polícia Militar dirigindo um Monza com 227,5 quilos de maconha. Fernando chegou a fugir, mas acabou preso. Junto com ele estavam outras cinco pessoas e todas elas foram denunciadas pelo Ministério Público Estadual. Esse crime foi na BR-060, km 32, no distrito de Boqueirão, município de Jardim, em 7 de abril do ano passado.

Durante depoimento por conta desse crime de tráfico, Fernando relatou aos policiais que um homem conhecido como Gordinho, que seria de Campo Grande, o contratou para transportar a droga. Depois de preso, ele também confirmou à Polícia Civil que outras pessoas que foram presas e estavam na delegacia de Jardim estavam fazendo o serviço de batedor para ele. 

Leia Também