Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

VEJA O VÍDEO

Trator passando em cima
de jacarés será analisado pela PMA

Imagens foram divulgadas nas redes sociais de deputada federal

18 NOV 19 - 11h:15IZABELA JORNADA

Tenente-coronel da Polícia Militar Ambiental (PMA), Ednilson Queiroz vai avaliar se vídeo postado pela deputada federal Joice Hasselmann (PSL) em que aparece trator passando em cima de centenas de jacarés é ilegal. “Estamos identificando pelas redes sociais algumas irregularidades, mas a investigação não compete a nós. Fazemos a parte administrativa que é a multa”, afirmou Queiroz.

O vídeo foi postado no Instagram da deputada e ela apenas colocou como legenda a frase: Circulando na rede: Pantanal.

Porém, o vídeo rendeu vários comentários contrários a atitude do motorista do trator. Muitos elogiaram as belezas naturais do local, mas outros declararam que o vídeo denuncia um “crime bárbaro” e que alguém precisa fazer alguma coisa.

O tenente-coronel da PMA adiantou que o vídeo será analisado e, caso encontre irregularidades, atitudes serão tomadas.

OUTRO CASO

A Polícia Civil também está investigando pessoas que aparecem em vídeo em que três onças-pintadas, dois filhotes e uma mãe, foram mortas de maneira violenta. O vídeo circula na internet e mostra os animais dentro de carroceria de uma camionete. 

A pessoa que filmou, uma mulher, parabeniza um dos suspeitos de ter matado os animais. O homem é chamado pelo apelido de “Carrapicho”. No vídeo, ele conta que os três animais estavam em uma árvore e que chegou a sentir “medo”.

Bióloga Wendilly Campos, entrevistada pelo Correio do Estado, afirmou que os animais foram machucados. "O motorista poderia ter andado pela lateral, ou até mesmo reduzido a velocidade, mas é nítido o atropelamento", afirmou a bióloga.

Ainda de acordo com a bióloga, "é considerado crime o ato cometido pelo motorista. De acordo com a Lei 9.605, que diz sobre os crimes ambientais contra a fauna, no artigo 29 são claras as ações caracterizadas como crime: Matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre, além de modificar, danificar ou destruir ninho, abrigo ou criadouro natural. Para esse crime a pena é de detenção de seis meses a um ano, e multa", finalizou.

 Veja o vídeo.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Proposta que aumenta salário mínimo pode ser votada na terça-feira
CONGRESSO

Proposta que aumenta salário mínimo pode ser votada na terça-feira

Acumulado, próximo concurso da Mega-Sena deve pagar R$ 36 milhões
APOSTAS

Acumulado, próximo concurso da Mega-Sena deve pagar R$ 36 milhões

Em 2019, organizações sociais receberam 21% a mais de investimentos que 2018
CIDADANIA

Em 2019, organizações sociais receberam 21% a mais de investimentos que 2018

Autores sul-mato-grossenses são premiados em concurso literário
CULTURA

Autores sul-mato-grossenses são premiados em concurso literário

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião