Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

COFFEE BREAK

Vereadores serão denunciados também por tráfico de influência

Investigados já respondem por crime de corrupção passiva e ativa

3 SET 15 - 00h:00DA REDAÇÃO

Ao menos 12 vereadores são investigados pela operação Coffee Break do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). Além dos nove já ouvidos na semana passada,  outros três entram nos autos que estão sendo produzidos pelo Ministério Público Estadual (MPE), que irá oferecer a denúncia dos crimes de corrupção passiva e ativa no processo de cassação do prefeito Alcides Bernal (PP) e também pelo crime de tráfico de influência.

Na manhã de ontem, o promotor de Justiça e coordenador do Gaeco, Marcos Alex Vera, confirmou que há indícios de que o crime tenha ocorrido. “Está bastante sinalizado que usaram o exercício da função pública para a tutela de advocacia de interesses de empresas privadas, junto à administração pública, se valendo do cargo público”, justificou. 

(*) A reportagem, de Gabriela Couto, está na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Aeronave do Esquadrão Pelicano da Capital vai auxiliar buscas por avião no Chile
FORÇA AÉREA

Aeronave do Esquadrão Pelicano da Capital vai auxiliar buscas por avião no Chile

Prefeitura não comparece, mas Consório e sindicato fecham propostas
REAJUSTE DOS MOTORISTAS

Prefeitura não comparece, mas Consório e sindicato fecham propostas

Em fazendas, trabalhadores são resgatados em condições de escravidão
INTERIOR

Em fazendas, trabalhadores são resgatados em condições de escravidão

Alimentação na Cidade do Natal custará de R$ 3 a R$ 30
CONFIRA O CARDÁPIO

Alimentação na Cidade do Natal custará de R$ 3 a R$ 30

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião