Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

DEMOCRACIA

Vereador defende jornalista do Correio do Estado agredida por sobrenome

Repórter não tem parentesco com petista Fernando Haddad

30 OUT 18 - 16h:45GABRIELA COUTO

O vereador Eduardo Romero (REDE) pediu o fim da onda de violência na sessão de hoje ao citar o ocorrido com a jornalista do Correio do Estado, Renata Volpe Haddad, na cobertura das eleições no último domingo.

“Ela não tem nenhum parentesco com o então candidato a presidente pelo PT Fernando Haddad e sofreu agressões físicas, verbais e morais por grupos que fizeram alusão com seu nome”, disse no plenário da Câmara Municipal.

A repórter de Política teve os cabelos puxados e foi agredida verbalmente por seguidores do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL).

“Violência não se pode tolerar. Democracia é viver com diversidade e pluralidade, sobretudo com respeito às pessoas”, ponderou Romero.

 

 

 

 

 

 

 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Flamengo dá baile em Maracanã lotado e Grêmio dança
GOLEADA

Flamengo dá baile no Maracanã e Grêmio dança

Umidade relativa do ar atinge níveis críticos em Mato Grosso do Sul
ALERTA

Umidade relativa do ar atinge níveis críticos em MS

Mais de 70 mil candidatos devem fazer Enem em novembro
TÁ CHEGANDO A HORA

Mais de 70 mil candidatos devem fazer Enem em novembro

Família dele está feliz mas a minha chora, diz mulher de motorista morto
INSATISFAÇÃO

Família dele está feliz mas a minha chora, diz mulher de motorista morto

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião