Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sexta, 18 de janeiro de 2019

DEMOCRACIA

Vereador defende jornalista do Correio do Estado agredida por sobrenome

Repórter não tem parentesco com petista Fernando Haddad

30 OUT 2018Por GABRIELA COUTO16h:45

O vereador Eduardo Romero (REDE) pediu o fim da onda de violência na sessão de hoje ao citar o ocorrido com a jornalista do Correio do Estado, Renata Volpe Haddad, na cobertura das eleições no último domingo.

“Ela não tem nenhum parentesco com o então candidato a presidente pelo PT Fernando Haddad e sofreu agressões físicas, verbais e morais por grupos que fizeram alusão com seu nome”, disse no plenário da Câmara Municipal.

A repórter de Política teve os cabelos puxados e foi agredida verbalmente por seguidores do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL).

“Violência não se pode tolerar. Democracia é viver com diversidade e pluralidade, sobretudo com respeito às pessoas”, ponderou Romero.

 

 

 

 

 

 

 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também