Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Praça Aquidauana

Vândalos amedrontam moradores com pichações, depredações e furtos

População reclama de falta de policiamento na região central de Campo Grande

14 AGO 15 - 11h:14VÂNYA SANTOS

Moradores e comerciantes do entorno da Praça Aquidauana, localizada na região central de Campo Grande, estão desesperados com atos de vandalismo e crimes praticados, principalmente por adolescentes. As ações vão desde pichações e depredações até furtos de imóveis e veículos.

Segundo um dos moradores, que preferiu não se identificar por medo de represália dos vândalos, ele reside no local há 9 anos e a região sempre foi tranquila, mas de uns tempos para cá menores que participam de um “movimento cultural” denominado Batalha do Rapper têm aterrorizado a vizinhança. Durante a semana o encontro é de 30 a 40 adolescentes, mas na quinta-feira esse número chega a 400.

Na madrugada, com o fim do movimento, os vândalos dão início as pichações e as depredações nos prédios. Também furtam casas e carros. Moradores reclamam que a Polícia Militar não faz rondas na região. Já a Guarda Municipal está sempre presente e encaminha vários menores à delegacia por posse de droga. Todavia, eles logo são liberados e voltam a amedrontar a vizinhança.

“Os vizinhos estão em desespero. Eles fazem uma pichação, outra e depois colorem o prédio. Para os menores isso é sinônimo de poder. A gente se sente inútil e fica engessado porque não sabe a quem recorrer”, reclamou o morador.

Já os comerciantes se programam para reforçar a segurança das lojas. Um deles conta que quem se reúne da praça chega a ofender os donos de lojas para usar o banheiro. Outros jovens fazem suas necessidades próximo a muros, em frente das casas e atrás dos carros.

“Se a pessoa quer fazer evento na praça, que faça com autorização do poder público, com fiscalização e com banheiros químicos”, pontuou, acrescentando que “acaba o evento e eles aprontam de madrugada, picham e ameaçam quem chamar a polícia”.

Ainda segundo os comerciantes, além do aumento no índice de furtos, a região tem se transformado em ponto de encontro para usuários de drogas.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Castração de gatos estará disponível nesta segunda
AGENDAMENTO

Castração de gatos estará disponível nesta segunda

Licitação pública de ponte sobre rio Paraguai será lançada no sábado
PORTO MURTINHO

Licitação pública de ponte
será lançada amanhã

Pela terceira vez, MPE quer <br> guardas municipais na prisão
PISTOLAGEM

Pela terceira vez, MPE quer
guardas municipais na prisão

BRASIL

MPF pede suspensão de urgência em concurso da Polícia Rodoviária Federal

Mais Lidas