Campo Grande - MS, sexta, 17 de agosto de 2018

caindo aos pedaços

UFMS é multada pelos bombeiros
e admite infraestrutura precária

Universidade recorreu ao MPF, que abriu inquérito para investigar situação

3 OUT 2017Por DA REDAÇÃO06h:30

A Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) admitiu problemas estruturais no prédio do campus de Campo Grande e pediu ajuda ao Ministério Público Federal (MPF) para tentar atender às demandas de segurança e prevenção contra incêndio.

A instituição foi multada pelo Corpo de Bombeiros por “descumprimento das normas de segurança”.

A reportagem do Correio do Estado esteve na universidade nesta segunda-feira e encontrou banheiros interditados, goteiras nos corredores e infiltrações até mesmo dentro das salas de aula.

Os problemas estruturais no campus da UFMS na Capital preenchem uma lista extensa. Diante do pedido da instituição, o MPF abriu inquérito civil para “apurar a situação do Plano de Segurança Contra Incêndio, Pânico e outros riscos (PSCIP) e de outras medidas de segurança”.

O comunicado expõe que a instituição admitiu, em ofício, dificuldades para atender às normas de segurança “em virtude da antiguidade das estruturas, do elevado número de prédios que necessitam de reformas e são utilizados de forma intermitente, da redução dos recursos orçamentários e dos trâmites relacionados aos procedimentos licitatórios”. 

A irregularidade fez com que a UFMS fosse multada pelo Corpo de Bombeiros, conforme a própria entidade relatou em resposta ao MPF.

*Leia reportagem, de Jones Mário, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

 

Leia Também