Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

EM CONTRATOS

Telefonia não poderá cobrar
fidelidade de desempregados

Proposta foi aprovada no Legislativo

14 AGO 19 - 13h:35IZABELA JORNADA

Empresas de telefonia serão proibidas de cobrar multa contratual no momento em que cliente cancelar serviços por ter ficado desempregado. A proposta foi aprovada durante sessão que ocorreu nesta quarta-feira (14), na Assembleia Legislativa e segue para sanção do governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB).

O projeto é de autoria do deputado João Henrique Catan (PL) e prevê a obrigação das concessionárias, operadoras de serviços de telefonia fixa, móvel, internet e TV por assinatura a cancelarem a multa contratual de fidelidade quando o usuário comprovar que perdeu o vínculo empregatício, após adesão do contrato.

Na justificativa do projeto, o autor declarou que o Legislativo tem autonomia para legislar em favor dos direitos do consumidor e que ao estar desempregado, ele precisa ter economia no seu orçamento mensal, "por isto quer interromper este serviço, sem pagar esta multa que é pesada e injusta”, declarou.

Se for sancionada pelo governador, o não cumprimento da lei resultará em multa no valor de 100 UFERMS para a empresa de telefonia.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Nova decisão proíbe início de obra no Parque dos Poderes
ESTACIONAMENTO

Nova decisão proíbe início de obra no Parque dos Poderes

Senado aprova MP da Liberdade Econômica sem previsão de trabalho aos domingos
BRASIL

Senado aprova MP e derruba trabalho aos domingos

Jornalista do Intercept se diz espantado com debate sobre sigilo de fonte
VAZA JATO

Jornalista do Intercept se diz espantado com debate sobre sigilo de fonte

RONDANDO NO PAÍS

Saúde investiga caso suspeito de sarampo em Campo Grande

Criança de 10 meses apresentou sintomas

Mais Lidas