Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Iluminação Pública

Suspensa há 9 meses, compra de
lâmpadas tem julgamento incerto

Instalação de 15 mil luminárias de LED aguardam parecer de conselheiro do TCE

7 JUN 17 - 05h:00DA REDAÇÃO

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) ainda não tem data para emitir o parecer envolvendo a compra lâmpadas de LED pela Prefeitura de Campo Grande.

Há quase nove meses, o conselheiro Ronaldo Chadid pediu a suspensão da instalação para apurar irregularidades na compra e implantação dos itens, desde então, 15 mil lâmpadas estão armazenadas no depósito da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviço Público (Sisep).

De acordo  com o conselheiro, desde ontem é feita inspeção em documentos da administração municipal para verificar a data em que os pagamentos foram feitos à empresa Solar Distribuição e Transmissão S.A., contratada para executar o serviço.

“Estamos verificando se o repasse foi realizado durante o período da suspensão”, explica. A verificação será encerrada hoje, entretanto, ainda não há data para o julgamento do mérito. 

O conselheiro Jerson Domingos aconselhou a prefeitura a abrir nova licitação para aquisição das lâmpadas. A medida seria para evitar superfaturamento no material fornecido pelas empresas, além de representar economia, pois o procedimento seria do tipo menor preço e envolveria grande quantidade do produto. 

*Leia reportagem, de Tainá Jara, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.
 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Maioria do STF decide reduzir pena do ex-presidente Lula
CASO DO TRIPLEX

Maioria do STF decide reduzir pena do ex-presidente Lula

Trad solicita ampliação do sinal de internet e telefonia móvel
MELHORIAS MS

Trad solicita ampliação do sinal de internet e telefonia móvel

Veículos em pátio de leiloeira são alvos de furto de peças na Capital
CAMPO GRANDE

Veículos em pátio de leiloeira têm peças furtadas na Capital

Traficante contratava “mulas” para <br>o transporte de drogas na fronteira
OPERAÇÃO APLIQUE

Traficante contratava “mulas” para
o transporte de drogas na fronteira

Mais Lidas