Campo Grande - MS, sexta, 17 de agosto de 2018

troca de tiros

Suspeitos de fugirem com caminhonete
de ex-vereador assassinado são presos

Os homens atiraram contra policiais para tentarem fugir e um foi baleado

19 JUL 2017Por RODOLFO CÉSAR E THIAGO GOMES17h:12

Policiais militares e civis encontraram no meio da tarde de hoje outros dois suspeitos de envolvimento na morte do casal Cristóvão Silveira, 65 anos, e Fátima de Jesus Diniz Silveira, 56 anos. Os dois homens foram presos em Corumbá. Eles estavam com a caminhonete Mitsubishi L200 das vítimas.

O veículo fora encontrado mais cedo, houve troca de tiros e os suspeitos sofreram acidente durante essa perseguição. Depois da caminhonete cair em barranco, eles conseguiram escapar.

Durante buscas, os homens, que ainda não tiveram os nomes divulgados, voltaram a trocar tiros com policiais. Um dos suspeitos foi baleado e precisou ser encaminhado para a Santa Casa de Corumbá. O outro não sofreu ferimentos e já foi recolhido para a delegacia local.

O crime está sendo investigado na Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Banco, Assaltos e Sequestros (Garras), em Campo Grande. A informação que os dois suspeitos foram presos nesta tarde chegou ao delegado Fábio Peró por volta das 17h.

A motivação do crime ainda está sendo apurada pelas autoridades, mas uma das suspeitas é que houve uma discussão anteriormente entre o caseiro do sítio onde o ex-vereador morava. Outras três pessoas já tinham sido presas: Rivelino Mangelo, de 45 anos, e os filhos Alberto Nunes Mangelo, 20 anos, e Rogério Nunes Mangelo, de 19 anos.

Rivelino trabalhava como caseiro no sítio Bem Te Vi, que fica a 24 km da MS-080, na região do Distrito de Aguão, município de Campo Grande.

ASSASSINATO BRUTAL

Investigadores apuram se Fátima de Jesus Diniz Silveira, 56 anos, esposa do ex-vereador Cristóvão Silveira, de 65 anos, foi estuprada antes ou depois de ser morta. Ela teve o corpo queimado e foi encontrada seminua.Caseiro e filhos são apontados como autores da ação criminosa, que resultou na morte do casal.

Duplo assassinato aconteceu no Sítio Bem Te Vi, de propriedade das vítimas, localizado no km 24 da MS-080, na região do Distrito de Aguão, em Campo Grande.

Ação dos criminosos teve início por volta das 16h de ontem e terminou às 18h. Polícia descobriu cerca de duas horas depois.

No sítio existem quatro imóveis, sendo um ocupado pelas vítimas, um onde mora o caseiro com a esposa cadeirante a filha de 13 anos, um onde são armazenados ferramentas e sacos de ração e, por fim, outro desocupada. Crime aconteceu no imóvel utilizado como depósito.

Leia Também