Quinta, 14 de Dezembro de 2017

auxiliares

Santa Casa divulga internamente
demissão de ortopedistas

Sociedade de Ortopedia afirmou que atendimento será prejudicado

6 OUT 2017Por LUCIA MOREL18h:54

Além dos atendimentos e internações em psiquiatria que devem ser paralisados na Santa Casa a partir de segunda-feira (9) e as mais de 47 demissões realizadas pelo hospital apenas este ano, nova medida foi tomada: agora médicos ortopedistas auxiliares também serão dispensados pela instituição.

As demissões foram marcadas para acontecer no dia 16 deste mês, daqui a pouco mais de uma semana.

A Sociedade Brasileira de Ortopedia em Mato Grosso do Sul (SBOT) rechaçou a decisão da atual administração do maior hospital de Mato Grosso do Sul e afirmou que menos atendimentos serão realizados e a qualidade das cirurgias ficará comprometida.

Nota encaminhada pela entidade afirmou, através de seu presidente, o médico Daniel Ismael e Silveira, que "a decisão do hospital fatalmente vai impactar no atendimento à população, em uma época que a demanda tende a aumentar por conta do fim do ano".

A informação aos profissionais sobre os cortes ocorreu através de memorando interno distribuído no hospital no dia 5 de outubro. O documento relatava que haverá suspensão do quarto plantonista do serviço de ortopedia.

Para a Sociedade, a atuação do médico ortopedista auxiliar nas cirurgias é necessária, principalmente na falta de um titular para realizar o procedimento.

O Conselho Federal de Medicina, na resolução 1490/98, indicou que "é imprescindível que o cirurgião titular disponha de recursos humanos e técnicos mínimos satisfatórios para a segurança e eficácia do ato".

Além disso, o dispositivo também considera o eventual "impedimento do titular durante o ato cirúrgico", por isso a presença do auxiliar é necessária.

A Associação Beneficente Campo Grande (ABCG), gestora da Santa Casa, não se manifestou oficialmente sobre o motivo das novas demissões.

Leia Também