Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

PSDB

Rinaldo diz que Orro poderá
substituí-lo na Assembleia

Professor votou contrário a determinação do partido no Legislativo

1 AGO 19 - 12h:04IZABELA JORNADA

O deputado Rinaldo Modesto (PSDB) disse que o deputado  Felipe Orro (PSDB) pode ser o novo líder do partido na Assembleia Legislativa . A declaração tem relação com o impasse que aconteceu em votação para reorganização de salários de professores em que Modesto votou a favor dos profissionais e contra a direção do partido. “Estou em paz, Sérgio de Paula falou comigo hoje cedo, está tudo bem, se tiver alguma punição será uma advertência, eu acredito, mas coloco meu nome a disposição”, afirmou Rinaldo sobre o cargo que ocupa como líder do partido na casa de leis.

Na ocasião em que o projeto foi votado, o deputado Marçal filho (PSDB) acabou mudando o voto justificando que seguiria o líder, no caso o Rinaldo. “Você viu como tenho força?” brincou Modesto. 

Na última segunda feira (30) o partido se reuniu para criar comissão que ficará responsável pelas deliberações que serão tomadas pelos partido com relação a essa situação. “O partido tem que agir como é de praxe, eu sou professore e sempre usei esse nome” reforçou ao justificar a defesa pela classe.

O deputado Marçal filho também não foi convidado para a reunião que ocorreu na última segunda feira. Ele disse que não sabe porque isso aconteceu. A suspeita é de que ele possa estar sofrendo retaliação por não ter votado a favor do governo na proposta de reorganização dos salários dos professores temporários. “Quem tem que falar melhor sobre isso é o PSDB, eu não conversei com Sérgio de Paula depois disso”, afirmou Marçal.

Anteriormente de Paula, presidente regional da sigla, tinha declarado que os parlamentares que não tinham votado conforme a direção do partido seriam submetidos a uma sabatina. “Estou tranquilo em relação ao meu posicionamento, não votei contra ninguém, votei a favor dos professores” justificou. 

Marçal disse que prefere acreditar que possa ter sido erro de alguém que esqueceu de convida lo. “Isso acontece às vezes, não posso fazer esse julgamento” reforçou.
 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Após falhas no Enem, deputada pede explicações ao Ministério da Educação
EDUCAÇÃO

Após falhas no Enem, deputada pede explicações a ministério

Após erro, prefeitura vai oficializar via lei prazo maior para lei de transporte por aplicativo
REVIRAVOLTA

Após erro, prefeito vai oficializar via lei prazo maior para lei de transporte por aplicativo

Prefeito veta projeto que obrigava espaço para venda de cerveja artesanal em eventos públicos
CAMPO GRANDE

Prefeito veta projeto que obrigava espaço para venda de cerveja artesanal em eventos públicos

Decreto é publicado e tarifa de ônibus volta a R$ 4,10 amanhã
TRANSPORTE COLETIVO

Decreto é publicado e tarifa de ônibus volta a R$ 4,10 amanhã

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião