Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quarta, 21 de novembro de 2018

Parados no tempo

Relógios não têm hora para voltar
a funcionar em Campo Grande

Cidade tem vários equipamentos e nenhum em funcionamento

22 JUL 2017Por DA REDAÇÃO05h:30

Os relógios públicos de Campo Grande não funcionam nem têm hora para serem consertados.

O Relógio das Flores, na Duque de Caxias, está coberto de mato e os ponteiros foram depredados há muito, desde 2013.

O da Avenida Calógeras também está parado e dependendo de qual lado se olha o relógio, os ponteiros marcam horários diferentes: do lado da Afonso Pena, sentido Centro, são 8h45min, quem olha pela Avenida Calógeras vê 6h30min e dos outros dos lados, são 6h45min.  

Na Duque de Caxias, o aposentado Arnaldo Paixão dos Santos, nunca viu o relógio funcionando. “O que tem muito são as crianças agora. Todo final de tarde, elas sobem ali naquele morro e ficam escorregando. Mas para servir como relógio, nunca vi funcionando não”, relatou. No local, nem mesmo a grama está cuidada e o mato invade os ponteiros. 

Prefeitura ainda não se posicionou como deve atuar nesses locais.

*Leia reportagem, de Bárbara Cavalcanti, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também