Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Iluminação Pública

Recurso ao STF tenta barrar
cobrança retroativa da Cosip

Prefeitura de Campo Grande começou a cobrar neste mês

5 JUL 17 - 05h:30EDUARDO MIRANDA

O Procurador-Geral de Justiça de Mato Grosso do Sul, Paulo Cezar dos Passos, recorreu da decisão do Tribunal de Justiça (TJ-MS), que declarou inconstitucional lei municipal que suspendeu, no ano passado, por seis meses, a cobrança da Contribuição sobre o Custeio da Iluminação Pública (Cosip), em Campo Grande.

Recurso extraordinário foi ajuizado na última segunda-feira, e caso os requisitos de admissibilidade sejam cumpridos, será julgado pelo Supremo Tribunal Federal (STF). 

O pedido de Passos coloca em risco a cobrança retroativa, que o município dará início neste mês, do tributo que deixou de ser recolhido no ano passado. Isto porque o procurador pede a reforma da decisão, alegando que, à época do julgamento pela corte estadual, a lei já não produzia efeito algum. 

O TJ-MS considerou a lei da Capital inconstitucional por entender ter havido vício de iniciativa: só o Executivo pode legislar sobre matéria tributária. Passos também questiona este fundamento da decisão: para ele, o Legislativo exerceu, ao promulgar a lei, seu poder fiscalizador, e suspendeu a cobrança da Cosip, até que o município prestasse contas sobre o valor arrecadado. 

A Prefeitura da Capital espera arrecadar R$ 42 milhões com a cobrança retroativa, que deverá ser parcelada em 10 vezes.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Quase um quarto dos jovens brasileiros não estuda nem trabalha, revela IBGE

Morre o crítico de cinema Rubens Ewald Filho, aos 74 anos
CINEMA EM LUTO

Morre o crítico de cinema Rubens Ewald Filho

De forma inédita, procissão de Corpus Christi será na 13 de maio
POR CONTA DO REVIVA

Procissão de Corpus Christi será na rua 13 de maio

Exército abre seleção para militares com salários de até R$ 7 mil
OPORTUNIDADE

Exército abre seleção com salários de até R$ 7 mil

Mais Lidas