Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

responsabilidade fiscal

Reajuste dos médicos pode
levar município a violar LRF

Impacto do aumento pleiteado pelos médicos é de R$ 53 milhões

28 JUN 17 - 07h:00DA REDAÇÃO

O secretário de Finanças do município de Campo Grande, Pedro Pedrossian Neto, alegou ontem ser impossível atender ao pedido dos médicos, em greve desde segunda-feira, que querem reajuste de 27,5% no salário-base e também em todas as gratificações.

O pleito da categoria representaria impacto de R$ 53 milhões no orçamento anual da prefeitura e faria com que a administração de Marcos Trad ultrapassasse o limite máximo da Lei de Responsabilidade Fiscal. 

“Eu nem preciso dizer que o que eles querem é completamente impossível”, comentou o secretário. No momento, a folha de pagamento dos servidores municipais custa R$ 108 milhões por mês aos cofres públicos.

O reajuste para os médicos aumentaria este valor para mais de R$ 111 milhões mensais, justamente em uma época de crise, em que o município enfrenta dificuldades para elevar a arrecadação. 

Atualmente, o município compromete 51,51% de sua receita com o pagamento de pessoal, porcentual que está acima do limite prudencial dos 51,30%. O reajuste, conforme Pedrossian, faria com que o município ultrapassasse o limite máximo estabelecido pela lei, que é de 54%.

Para o integrante da administração municipal, ceder aos médicos neste momento também abriria precedente para outras categorias.

*Leia reportagem, de Eduardo Miranda, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Bolsonaro desiste de indicar Eduardo para a Embaixada
DIZEM INTERLOCUTORES

Bolsonaro desiste de indicar Eduardo para a Embaixada

Tempestade com ventos de 131 km/h causa destruição em MS
ASSUSTOU MORADORES

Tempestade com ventos de 131 km/h causa destruição

Proprietária expulsa ciclistas que se abrigavam de chuva em posto de combustíveis
VEJA O VÍDEO

Ciclistas são impedidos de se abrigarem de chuva em posto

Estado criou 917 vagas em setembro, aponta Caged
EMPREGOS

Estado criou 917 vagas em setembro, aponta Caged

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião