Campo Grande - MS, quinta, 16 de agosto de 2018

AVENIDA

“Qualquer obra de engenharia e tráfego causa algum desconforto”, diz Azambuja

Ele foi questionado sobre obras de duplicação da Euler de Azevedo

16 MAI 2018Por MARESSA MENDONÇA E GABRIELA COUTO14h:11

“Qualquer obra de engenharia de tráfego muitas vezes causa algum desconforto”. A declaração foi dada pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB), nesta quarta-feira (16), ao se referir às obras de duplicação da Euler de Azevedo que viraram motivo de reclamação e até de piadas na internet. O motivo é que as muretas instaladas na via ficaram tortas.

“Ali tem uma engenharia de tráfego muito inteligente”, completou o chefe do Executivo Estadual, ressaltando que os acidentes registrados ali podem não ter relação com as obras. “O problema é de imprudência de partes”, declarou Azambuja.

O governador acredita que, após o trabalho de sinalização, haverá um aumento da segurança do trânsito na região. “Com o ordenamento de fluxo que o município está fazendo nós teremos ali um segurança muito maior tanto a quem trafega na via, como aos pedestres, finalizou.

CRÍTICAS

As obras realizadas na Euler de Azevedo foram alvo de crítica dos deputados estaduais durante a sessão desta quarta-feira (16).  Paulo Siufi (MDB) classificou os trabalhos como "piada, escândalo e aberração da engenharia". Antonieta Amorim (MDB) comentou que se trata de um “labirinto mortal”.

O chefe do governo na Casa de Leis, Rinaldo Modesto (PSDB), defendeu Azambuja. Ele respondeu que “o governador já esteve lá e a situação será corrigida”, finalizou. (Colaborou Izabela Jornada)

Leia Também