Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quinta, 13 de dezembro de 2018

REFORMA

Projeto com mudança da administração do Estado será enviado na terça para ALMS

Governador ressalta que a mudança é pequena, mas necessária para efetividade

7 DEZ 2018Por GABRIELA COUTO13h:43

A reforma administrativa de Reinaldo Azambuja será encaminhada para a Assembleia Legislativa na próxima terça-feira (12).

“Estamos finalizando. Tivemos mais uma reunião hoje. A equipe técnica, o Eduardo Riedel  está capitaneando e devemos encaminhar para a Assembleia Legislativa”, disse Azambuja.

Segundo ele, não haverá algo muito grande. “Algumas mudanças pequenas serão feitas, porque temos hoje a menor estrutura administrativa do Brasil, mas é necessária para ter mais efetividade e resolutividade nas ações que estamos fazendo”.  

MARUN

Com algumas vagas abertas nas pastas estaduais, o chefe do Executivo Estadual foi questionado se há a possibilidade de ter o ministro Carlos Marun, que sai do cargo dia 31 de dezembro, para integrar seu próximo mandato.

“Eu não sei nem se ele tem interesse de voltar para o Estado. É uma pessoa que está cumprindo muito bem o seu papel, muitas das ações são de recursos que ele tem conseguido para o Estado, mas nunca tratamos disso e não fez parte de nenhuma discussão nem da nossa parte, nem da parte dele”, disse o governador.

No entanto, Azambuja fez questão de elogiar o ministro publicamente. “Ele é competente. Quando foi secretário de habitação e agora lá em Brasília tem exercido um papel para Mato Grosso do Sul especial. Falei pela gratidão que muito sulmatogrossense tem sentido por ele”.

Nos bastidores o que se fala é que o ministro tem articulado para assumir a vaga de Gustavo do Vale Rocha, no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). A vaga é uma indicação da Câmara dos Deputados e o presidente Rodrigo Maia deve divulgar até hoje à tarde a confirmação de Marun para assumir o mandato de Rocha, que vence em julho de 2019.


 

 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também