Campo Grande - MS, segunda, 20 de agosto de 2018

Enfermagem

Profissionais prometem cruzar
os braços até receber salário atrasado

Conforme a categoria, salário de julho ainda não foi pago

8 AGO 2017Por Lucia Morel10h:12

Profissionais de enfermagem da Santa Casa prometem cruzar os braços até receberem o salário do mês de julho, que ainda não foi pago.

O presidente do Sindicato de Enfermagem de Mato Grosso do Sul (Siems), Lázaro Santana, afirma que a direção do hospital informou que não tem previsão de realizar o pagamento devido falta de repasse da prefeitura. "E a prefeitura não fala nada sobre isso. É uma briga política e a gente fica no meio", reclamou.

Nesta manhã, ao menos 250 trabalhadores pararam seus serviços, mantendo 40% dos atendimentos nos setores e priorizando os mais graves e urgentes. Alguns já voltaram ao trabalho e por volta das 9 horas, cerca de 50 permaneciam parados. 

A paralisação ocorre por turnos. "Queremos juntar o maior número de profissionais em cada turno, que funcionam com pelo menos 450 em cada", disse o presidente.

Somente na Santa Casa, 1,4 mil trabalhadores atuam como técnicos, auxiliares e enfermeiros, sendo o salário base de cada um R$ 1.537,00, R$ 1.245,00 e R$ 3,4 mil, respectivamente.

Leia Também