Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

SEM AULAS

Professores protestam contra Reforma da Previdência nesta sexta-feira

Ato está marcado para às 9h, na Praça do Rádio

21 MAR 19 - 18h:00LUANA RODRIGUES

Amanhã não haverá aulas nas escolas da rede pública de Mato Grosso do Sul. Profissionais da educação farão um protesto contra a Reforma da Previdência, proposta pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL). O ato está marcada para às 9h, na Praça do Rádio, em Campo Grande.

De acordo com a Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul (Fetems), representantes dos 74 Sindicatos Municipais dos Trabalhadores em Educação estarão presentantes para engrossar o protesto.

Ofício encaminhado hoje pela Secretária Estadual de Educação (SES), Maria Cecília Motta, às escolas do Estado informa aos profissionais que, “conforme o Supremo Tribunal Federal (STF),  a paralisação, ainda que não seja abusiva, caracteriza suspensão do trabalho e, portanto, implica no necessário desconto dos dias não trabalhados”.

Por meio de nota, a Fetems afirmou que “não irá se intimidar, pois um dia parado valerá de 10 anos há 15 anos a mais de trabalho e contribuição, se a Reforma da Previdência for aprovada”.

Conforme a Federação, se o dia for descontado dos trabalhadores não haverá resposição de aulas.

 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Prefeito sanciona e novo Refis dará descontos de até 90%
CAMPO GRANDE

Prefeito sanciona e novo Refis dará descontos de até 90%

Bueiro a céu aberto deixa morador indignado “parece novela"
PATRULHA DA CIDADE

Bueiro aberto deixa morador indignado “parece novela"

Agronegócio perde quase <br>R$ 2 bilhões com soja e cana
VALOR DA PRODUÇÃO

Agronegócio perde quase
R$ 2 bilhões com soja e cana

Bolsonaro exonera Marcos Derzi da Sudeco
POLÍTICA

Bolsonaro exonera Marcos Derzi da Sudeco

Mais Lidas