Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

R$ 3 milhões

Presidente da Santa Casa pede mais
dinheiro e deputados intermediam

Encontro entre secretário, deputados e dirigente foi na Assembleia

9 AGO 17 - 15h:19Izabela Jornada

Com próxima reunião marcada para terça-feira (15) da semana que vem, deputados vão intermediar aumento de mais repasses para a Santa Casa de Campo Grande. O valor pedido pelo presidente da Associação Beneficente Campo Grande (ABCG), mantenedora do hospital, Esacheu Nascimento, é de mais R$ 3 milhões.

Na sala da presidência da Assembleia Legislativa, deputados se reuniram hoje (8) com o presidente do hospital, secretário municipal de Saúde Marcelo Vilela e com representante do governo do Estado, o deputado e líder do PSDB na Casa, Beto Pereira. 

O resultado da reunião foi a confirmação de que, ainda hoje, repasses do governo e do município seriam repassados para o hospital. 

Além dos representantes dos poderes, integrante da Comissão Permanente de Saúde do Legislativo estava presente. “Ontem, durante sessão, pedi para que nos reuníssemos hoje, a fim de intermediar e solucionar o problema”, disse o vice-presidente da comissão, Felipe Orro (PSDB). 

De acordo com Esacheu, a reunião foi positiva. “Recebemos apoio dos deputados para seguir com a contratualização desse acréscimo de R$ 3 milhões”, disse o presidente da ABCG. 

O representante do governo na Casa de Leis, Beto Pereira, disse que ontem mesmo o Executivo já fez o repasse de todos os valores pactuados com a Prefeitura de Campo Grande, resultando no montante de R$ 4.500.000,70. “Agora falta o repasse da municipalidade com a Santa Casa”, afirmou o deputado.

Em contrapartida, o secretário municipal de saúde, Marcelo Vilela, declarou que hoje mesmo o valor de R$ 4,5 milhões será depositado na conta do hospital. “É um total de R$ 9.000.000,70. Se esse valor chegar até nós a Santa Casa será só sorrisos”, disse Esacheu. 

Apesar do aparente acordo entre os poderes e o presidente do hospital, as críticas quanto ao fechamento do pronto-socorro da Santa Casa foram salientadas pelos deputados. “Dinheiro na mão de gestão mal feita”, criticou o deputado Paulo Corrêa (PR), ao ser indagado sobre a diminuição de atendimentos.

Os portões do pronto-socorro foram fechados na semana passada (dia 2) e, de acordo com nota publicada pelo Ministério Público Estadual (MPE), o fechamento é resultado de acordo feito entre a presidência da Santa Casa e o município. “Tudo bem que eles acordaram com o fechamento, mas da forma como o hospital fez não é o correto. Deveria ser mais gradativo”, criticou Orro. 

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Em resposta às críticas feitas pelo prefeito de Campo Grande, Marcos Trad (PSD), deputados vão instaurar procedimento para apurar os fatos e verificar quais medidas são necessárias para garantir a assistência aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) em razão da redução do atendimento. 

O MPE convocou reunião onde Esacheu e Vilela compareceram ratificando o acordo que foi feito entre o hospital e o município para o fechamento do pronto-socorro para atendimentos de baixa complexidade.

O acordo foi pactuado no dia 22 de maio de 2017 e desde essa data o setor passou a receber só pacientes de média e alta complexidades enviados pela Central de Regulação. 

Pacientes de urgência e emergência continuam sendo recebidos na Santa Casa na medida da capacidade instalada, garantiu o presidente da ABCG. “Estamos com lotação completa, corpo clínico atuando normalmente”, afirmou Esacheu Nascimento. 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Prefeitura abre nesta segunda inscrições para dois processos seletivos
CAMPO GRANDE

Prefeitura abre segunda inscrições para dois concursos

Idoso morre ao cair de escada durante poda de árvore na Capital
MORTE A ESCLARECER

Idoso morre ao cair de escada durante poda de árvore

Direção de hospital decide transferir pacientes após rebelião em presídio
MOTIM NO PARAGUAI

Direção de hospital transfere pacientes após rebelião

Homem é detido e amarrado por moradores após furtar residência
CAMPO GRANDE

Suspeito de furto é detido e amarrado por moradores

Mais Lidas