Campo Grande - MS, quarta, 22 de agosto de 2018

casa inabitável

Presa por maus tratos, mulher era
suspeita de sacrificar cães para consumo

Na cozinha da residência, foram encontradas larvas e moscas na pia

9 JUN 2017Por MARIANE CHIANEZI17h:55

Uma mulher de 65 anos foi presa por poluição e maus tratos contra os animais na terça-feira (6), em Campo Grande. Denúncias anônimas informavam que a moradora sacrificava cães para alimentação humana, além disso, casa da mulher estava imprópria para moradia.

Conforme divulgado pela Polícia Civil, devido a gravidade das acusações, equipe da Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Ambientais e Atendimento ao Turista (Decat) foi até o local.

A residência da mulher foi classificada como inabitável, pois no terreno foram encontradas fezes de animais, odor insuportável, restos de alimentos em estado de decomposição, além disso havia presença de larvas e mosquitos na pia da cozinha.

Também foram socorridos quatro cães, alguns com suspeita de leishmaniose e outros debilitados, sem os cuidados de médico veterinário. Agentes de saúde e fiscais do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) acompanharam a ação.

Quanto às denúncias de sacrifício de animais, a delegada Marilda do Carmo Rodrigues afirmou que não constatou nada que apontasse isso. "Foi feita denúncia anônima e a gente não constatou que ela abatia os animais", afirmou a delegada.

A mulher foi presa, mas liberada após decisão judicial e responderá em liberdade.

 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também