Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande

Prefeitura vai cobrar garantia de cinco anos da empresa que vendeu lâmpadas de LED

Prazo estaria previsto em contrato

6 JUL 17 - 12h:18Lucia Morel

Caso a Prefeitura de Campo Grande consiga liberar o uso das lâmpadas de LED estocadas no pátio da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (Sisep), será pedido à empresa Solar Energia e Distribuição que cumpra a garantia de cinco anos prevista em contrato. A garantia é com relação a manutenção e contra defeito das lâmpadas para efeitos de troca.

O prefeito de Campo Grande, Marcos Trad (PSD), disse esta manhã em agenda na governadoria que vai cobrar da empresa que cumpra o prazo. "A Solar tem que cumprir o prazo de cinco anos de garantia", afirmou.

Trad reiterou que quer que o Tribunal de Contas libere a instalação dos produtos e que Campo Grande perde duas vezes mantendo as lâmpadas em containers. "Já pagamos, foram entregues e, além de impedidos de instalar, pagamos o aluguel dos containers", lamentou sem saber informar o valor do aluguel. "Não importa o quanto, o que importa é que estamos pagando duas vezes".

O contrato entre prefeitura e empresa está paralisado desde o ano passado por decisão do Tribunal Contas do Estado (TCE), que questiona a validade da parceria, firmada sem licitação, mas através de "carona" em ata de registro de preço.

Pelo menos 16 mil lâmpadas estão estocadas, outras quatro mil chegaram a ser instaladas e outras 10 mil ainda não foram entregues. Do valor de R$ 33 milhões do contrato, R$ 22 milhões já foram gastos.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Pai que atirou em filho diz que intenção era assustar o rapaz
EM DEPOIMENTO

Pai que atirou em filho diz que intenção era assustar o rapaz

Concentração química de falsificados é 600% maior que o permitido
AGROTÓXICOS FRONTEIRA

Concentração química de falsificados é 600% maior

Corregedoria investiga participação de mais policiais em furto de cocaína
101 QUILOS

Mais policiais podem ter participado de furto de droga

Quatro acusados de matar homem em centro de Candomblé vão a júri
CAMPO GRANDE

Acusados de matar homem em centro de Candomblé vão a júri

Mais Lidas