Campo Grande - MS, terça, 21 de agosto de 2018

Sem polícia

Prefeitura tem até fim do ano para regularizar parques de Campo Grande

Prazo dado pelo MPE venceu em agosto do ano passado, mas foi prorrogado

29 MAI 2017Por Tainá Jara07h:00

Os parques de Campo Grande vão continuar funcionando até o final do ano sem certificado de vistoria do Corpo de Bombeiros. Acordo de junho do ano passado entre prefeitura e Ministério Público Estadual (MPE) era  de que até agosto do mesmo ano, irregularidades como falta de sinalização de segurança ou extintores fossem sanadas. Mas quase um ano depois, a administração municipal ainda não conseguiu cumprir 100% do compromisso.

Assim, para regulamentar a situação dos cinco principais espaços dedicados ao esporte e lazer da Capital foi dado mais prazo para a atual gestão muncipal.  Na última semana, a Fundação Municipal de Esportes (Funesp) pediu nova extensão do prazo e o pedido foi acatado pela 34ª Promotoria do de Justiça. 

Os parques municipais Ayrton Senna, no bairro Aero Rancho; Jacques da Luz, nas Moreninhas; Tarsila do Amaral, no Jardim Vida Nova; Sóter, na Mata do Jacinto; e Centro Esportivo Rui Jorge Cunha, na Vila Nasser não estão estruturados conforme as regras de segurança estabelecidas pelo Corpo de Bombeiros. Para se manterem abertos, a administração municipal terá de cumprir com todos os requisitados solicitados no acordo. 

Reportagem completa está na edição de hoje do Correio do Estado.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também