Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

resíduos de empresas

Prefeitura prevê economia com fim
de pagamento por grandes coletas

MPE indica que gasto mensal de R$ 435,3 mil pelo serviço é indevido

3 JUL 17 - 05h:00DA REDAÇÃO

Num período máximo de 90 dias, a Prefeitura de Campo Grande deverá paralisar a coleta de resíduos sólidos provenientes dos chamados grandes geradores, como estabelecimentos comerciais, shoppings, indústrias e condomínios, por exemplo.

Para o prefeito de Campo Grande, Marcos Trad (PSD), a recomendação é vista com “bom grado” e até afirmou que a medida trará economia aos cofres municipais.

Para o Ministério Público Estadual (MPE), o município paga indevidamente R$ 435.350,40 todos os meses para a CG Solurb realizar esse serviço que, segundo lei nacional de resíduos sólidos, é de responsabilidade do ente que produz o lixo.

Trad enfatizou o fato de, com aplicação efetiva do que foi recomendado, Campo Grande vai economizar dinheiro.

“Vamos buscar atender, até porque traz economia para a município”, disse, ao passo que comentou ainda que vai conversar com a concessionária do lixo, a CG Solurb, e verificar também o contrato com a empresa para que a recomendação possa ser posta em prática.

“Os grandes geradores têm que atender a lei e agora vamos ver a maneira jurídica de fazer isso, sem causar quaisquer sanções às cláusulas do contrato”, afirmou o prefeito, comentando que é preciso saber se a concessionária poderá continuar atendendo os grandes geradores de forma particular sem ferir o contrato com a prefeitura.

*Leia reportagem, de Lucia Morel, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.
 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Bolsonaro desiste de indicar Eduardo para a Embaixada
DIZEM INTERLOCUTORES

Bolsonaro desiste de indicar Eduardo para a Embaixada

Tempestade com ventos de 131 km/h causa destruição em MS
ASSUSTOU MORADORES

Tempestade com ventos de 131 km/h causa destruição

Proprietária expulsa ciclistas que se abrigavam de chuva em posto de combustíveis
VEJA O VÍDEO

Ciclistas são impedidos de se abrigarem de chuva em posto

Estado criou 917 vagas em setembro, aponta Caged
EMPREGOS

Estado criou 917 vagas em setembro, aponta Caged

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião