Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

DIVISÃO

Prefeitura pede suplementação de mais de R$ 9 milhões

Valor foi anulado da Sisep e dividido entre quatro secretarias

17 ABR 19 - 10h:59RENATA VOLPE

A Prefeitura de Campo Grande pediu crédito suplementar de R$ 9 milhões, valor que seria usado na Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (Sisep) e que agora deverá ser aplicado em outras agências e secretarias.

A suplementação foi publicada no Diário Oficial do Município, desta quarta-feira (17). De acordo com uma das duas publicações, a prefeitura com intuito de informar a Câmara Municipal, utilizando a autorização legislativa para abrir créditos suplementares até o limite de 5%, decretou aberto o crédito suplementar, no valor de R$ 8.381.000,00.

O decreto entra em vigor a partir da data de publicação, ou seja, nesta quarta-feira. Esse valor que seria inteiro para a Sisep, foi dividido, sendo destinado R$ 160 mil para Agência Municipal de Regulação dos Serviços Públicos (Agereg); R$ 6,8 milhões para Fundação Social do Trabalho (Funsat), em dois valores, um de R$ 450 mil e outro de R$ 6.416.000,00.

Foi destinado R$ 650 mil para o Fundo Municipal de Assistência Social (FMAS) e R$ 700 mil ficou com a Sisep.

Em outro decreto, há abertura de crédito suplementar, no valor de R$ 965.000,00.

Ontem (16), a Câmara de Vereadores aprovou em regime de urgência crédito suplementar pedido pela prefeitura, no valor de R$ 51.643 milhões para adequação da Lei Orçamentária de 2019. 

A suplementação foi enviada para a Casa de Leis e pedida para ser votada em regime de urgência. Esse valor é destinado ao reforço das dotações orçamentárias discriminadas, sem utilização do limite de 5%.

O crédito suplementar é para atender despesas com remoção e instalação de cobertura da sede da Agência Municipal de Trânsito (AGETRAN), obras de reordenamento viário e reformas dos Terminais de Transporte Coletivo. AGEREG (Aquisição de equipamentos de informática e serviços de limpeza); SEMED, atender despesa com a construção da Escola da Vila Natália, aquisição de móveis e equipamentos para atender a REME e atendimento aos serviços de transporte escolar rural. Também para FMS (Fundo Municipal de Saúde), para despesas com ampliação e reforma de UBSF’s; adequação da carga elétrica do CCZ e ampliação das bases do Samu.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Fiéis começam a preparação <br>para Páscoa nesta quinta-feira
IGREJA CATÓLICA

Fiéis começam a preparação para Páscoa nesta quinta

Suspeito de matar professor a facada tem prisão preventiva decretada
AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA

Suspeito de matar professor tem preventiva decretada

Festival do Peixe completa 12ª edição neste fim de semana
FEIRA CENTRAL

Festival do Peixe completa 12ª edição neste fim de semana

Ex-marido aproveita viagem da ex e furta mobília da casa
TRÊS LAGOAS

Ex-marido aproveita viagem da ex e furta mobília da casa

Mais Lidas