Campo Grande - MS, sábado, 18 de agosto de 2018

reforma UBS

Prefeitura negocia com ministério para
não perder verba de quase R$ 2 milhões

Secretaria de Atenção à Saúde analisa pedido da Capital

20 JUN 2017Por RODOLFO CÉSAR19h:01

A Prefeitura de Campo Grande aguarda posicionamento do Ministério da Saúde para tentar reaver quase R$ 2 milhões em verba para reforma de Unidade Básica de Saúde (UBS). De acordo com a atual administração, a licitação não foi feita ano passado, durante mandato de Alcides Bernal (PP) e há risco do recurso retornar para a União.

Marcos Trad, prefeito da Capital, conversou com o secretário de Atenção à Saúde, Francisco de Assis Figueiredo, para pedir a prorrogação de prazo para realizar o certame.

"A gestão passada perdeu o prazo para a licitação e a nova administração tenta retomar o projeto para evitar a perda do recurso", informou nota da prefeitura.

A mesma reunião serviu para que fosse solicitada a alteração de local de construção da UBS do bairro Arnaldo Estevão de Figueiredo. A obra está sendo feita em área perto de uma praça e moradores discordam do local designado. A intervenção começou em 2010 e ainda não foi finalizada.

Francisco de Assis explicou que para autorização da mudança é preciso um novo projeto e resolver questões administrativas e jurídicas porque a obra já começou.

O Ministério da Saúde liberou R$ 400 mil para a construção e a contrapartida da prefeitura é de R$ 547 mil, totalizando R$ 947 mil. Técnicos do governo municipal agora vão avaliar a alteração. Ao mesmo tempo, o setor administrativo precisa esperar posicionamento da União para garantir os quase R$ 2 milhões para licitação de reforma. Não foi divulgado prazo para ser dado este retorno.

Leia Também