Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Quase 2 meses

Prefeitura diz que greve é política e pede corte de
ponto de professores

Em petição feita à Justiça, Executivo afirma que greve é "bancada" por vereadores

6 AGO 15 - 11h:11ALINY MARY DIAS

A prefeitura de Campo Grande solicitou à Justiça que os professores grevistas que paralisaram as atividades há quase dois meses não recebam os salários referente aos dias de greve. A prefeitura também afirma, no pedido judicial, que a greve tem motivação política e estaria sendo “bancada por vereadores da oposição”.

A petição foi feita pela procuradoria-jurídica da prefeitura no último dia 31 de julho, mas só foi juntada ao processo na última semana. O Executivo pede que a Justiça declare ilegalidade no movimento grevista e que com o corte dos pontos dos funcionários que aderiram ao movimento, os dias sejam descontados da folha de pagamento.

Para a prefeitura, a greve tem motivação política, na petição, a situação é exposta. “A greve está sendo literalmente bancada por vereadores da oposição, ou seja, por quem tem interesse político no desgaste do Chefe do Executivo e que utilizam os educadores para tanto”, afirma a procuradoria-geral da prefeitura.

O pedido foi encaminhado ao desembargador Romero Osme Dias Lopes e ainda não houve análise.

GREVE

Depois de reunião realizada ontem (5) entre o prefeito, professores e vereadores, uma nova assembleia entre os profissionais foi realizada e a continuidade da paralisação aprovada.

No encontro, a prefeitura não fez nova proposta e justificou a ação em razão da dificuldade financeira, que impede reajuste salarial aos servidores. A prefeitura prometeu só voltar a negociar em setembro. 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Agricultores contabilizam prejuízos nas lavouras de Mato Grosso do Sul
GEADAS MS

Agricultores contabilizam prejuízos nas lavouras de MS

Energisa altera desligamento de energia para 14h às 18h
OBRAS REVIVA

Energisa altera desligamento de energia para 14h às 18h

"Meu neto ficou apavorado quando soube da notícia", diz mãe de Eliza
GOLEIRO BRUNO

"Meu neto ficou apavorado quando soube da notícia", diz mãe de Eliza

Tubulação entope e lago <br> do parque enche de água
PARQUE DAS NAÇÕES INDÍGENAS

Tubulação entope e lago
do parque enche de água

Mais Lidas