Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Tapa-Buraco

Prefeitura da Capital volta a adiar
licitação de R$ 44 milhões

Conselho de Arquitetura e Urbanismo poderá credenciar técnico responsável

9 AGO 17 - 06h:00DA REDAÇÃO

A Prefeitura de Campo Grande voltou a adiar a concorrência para escolha das empresas que farão, por aproximadamente R$ 44 milhões por ano, o serviço de manutenção nas vias públicas da cidade.

A licitação aberta em abril para contratação de novas empreiteiras e que chegou a ser suspensa pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) foi novamente prorrogada. 

No Diário Oficial de ontem, alterações no edital foram publicadas e a data de abertura das propostas, que estava marcada para 17 de agosto, ocorrerá apenas em 11 de setembro.

Atualmente, a manutenção das vias públicas da Capital é feita por meio de contratos emergenciais – firmados sem licitação, em março deste ano. Neste mês, vários deles começaram a ser reajustados. Os aditivos chegam a R$ 4,8 milhões e, com eles, o investimento na operação se aproxima dos R$ 25 milhões. 

Entre as mudanças, está a inclusão do Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU/MS) como órgão em que o técnico responsável pelo serviço pode estar registrado, e não apenas no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea).  

O valor estimado para ser investido é de R$ 44.673,940,58 nas sete regiões de Campo Grande, sendo para a região do Anhanduizinho R$ 8.217.865,70; Bandeira, R$ 7.296.456,81; Centro, R$ 6.222.636,49; Imbirussu, R$ 6.149.098,81; Lagoa, R$ 5.262.234,97; Prosa, R$ 6.118.048,46; e Segredo, R$ 5.407.599,34.

*Leia reportagem, de Lucia Morel, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Homem é encontrado ferido com 20 facadas no corpo em Ladário
VIOLÊNCIA

Homem é encontrado ferido com 20 facadas no corpo em Ladário

Senão tiver contra partida, MS sai do convênio, diz Azambuja
NARCOTRÁFICO

Senão tiver contra partida, MS sai do convênio, diz Azambuja

Suspeitos invadem reunião familiar <br>e ameaçam homem de morte
JARDIM SAMAMBAIA

Suspeitos invadem reunião familiar e ameaçam homem

Homem desaparecido é encontrado morto pela família em hospital
MIDIAS SOCIAIS

Homem é encontrado morto pela família em hospital

Mais Lidas