Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

PATRIMÔNIO CULTURAL

Prefeitura cria comissão para tombamento do Mercadão Municipal

Decreto foi assinado pela prefeita em exercício nesta quinta-feira

11 JAN 19 - 09h:45TERO QUEIROZ

A prefeitura municipal de Campo Grande assinou decreto nesta quinta-feira (10) para criação de uma comissão que irá cuidar do tombamento do Mercadão Municipal como patrimônio histórico e cultural. A ordem foi assinada pela Prefeita em exercício Adriane Lopes (PEN), e publicada no Diário Oficial do Município nesta sexta-feira (10). 

Segundo a ordem, irão fazer parte da comissão servidores do Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Planurb), da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (Sisep) e da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano (Semadur). 

Ainda conforme o texto, deverá ser realizada uma Perícia do Bem Imóvel, no Mercado Municipal Antônio Valente, que fica localizado na rua Sete de Setembro no Centro de Campo Grande.

História

O Mercadão foi inaugurado em agosto de 1958, se originou em uma feira livre, um ponto de vendas de carnes e verduras que ocupava uma grande área margeando os trilhos de trem da Noroeste, entre a Avenida Afonso Pena e a Rua 7 de setembro. A feira funcionou até o final dos anos 50 quando o terreno foi doado à Prefeitura Municipal de Campo Grande.

Hoje o Mercadão passou a ser referência na comercialização de produtos hortifrutigranjeiros, peixes e especiarias tendo sido por longo tempo um dos poucos locais de comércio abertos ao público.

De acordo com o Arquivo Histórico de Campo Grande (ARCA-MS), no ano de 1920 havia no vilarejo muitas tendas ocupadas por japoneses, principalmente onde atualmente é o bairro Amambaí.

A dificuldade que os produtos enfrentavam para transportar e vender sua produção motivou o imigrante português Antonio Valente a doar a área de sua propriedade para fixação de uma feira. Essa feira deu origem ao atual Mercadão, um ponto de referência e até ponto turístico da Capital.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Suzano instalará mais uma fábrica de celulose em Mato Grosso do Sul
RIBAS DO RIO PARDO

Suzano instalará mais uma fábrica de celulose em Mato Grosso do Sul

Cidade Solar é inaugurada com capacidade de geração de 9,36 milhões de kWh/ano
ENERGIA SOLAR

Cidade Solar é inaugurada com capacidade de geração de 9,36 milhões de kWh/ano

Decisão do TJ sobre PRF que matou empresário abre precedente no STF
RICARDO SU MOON

Decisão do TJ sobre PRF que matou empresário abre precedente no STF

Após um mês, emissão de RG é regularizada em Mato Grosso do Sul
FINALMENTE

Após um mês, emissão de RG é regularizada em MS

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião