Campo Grande - MS, terça, 21 de agosto de 2018

Santa Casa

Prefeito reclama da falta de repasse
para a saúde pelo governo do Estado

Marcos Trad garantiu que se tivesse recebido já havia direcionado verba

3 AGO 2017Por Izabela Jornada e Lucia Morel12h:10

O Governo do Estado é criticado por não repassar valores à Prefeitura de Campo Grande. A dívida com a prefeitura está em R$ 21 milhões e, segundo o prefeito Marcos Trad (PSD), a falta do repasse tem prejudicado a cidade.

Marcos Trad disse, durante agenda pública de hoje, que "se tivéssemos esse dinheiro em caixa com certeza já teríamos repassado".

Na ocasião, prefeito se referiu ao pronto-socorro da Santa Casa, que foi fechado por falta de vagas disponíveis nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e enfermarias. Desde ontem à noite, o hospital não recebe mais pacientes graves devido a superlotação.

"Prefeitura está em dificuldade financeira e a situação agrava ainda mais quando temos dinheiro para receber e não recebemos", justificou o prefeito.

Legislativo

As críticas continuaram durante sessão na Assembleia Legislativa. O deputado estadual e presidente da Comissão de Saúde, Paulo Siufi (PMDB) criticou a atuação do governador, Reinaldo Azambuja (PSDB), com relação a dívida do Estado com a prefeitura.

"Que pena que isso esteja acontecendo. Se ele (Azambuja) não tem condições de administrar, então pendura a chuteira. Por que não faz os repasses?", disse o peemedebista.

Sobre a situação da Santa Casa, o prefeito disse que o secretário municipal de saúde, Marcelo Vilella, ficará responsável em apresentar estratégias para mudar o cenário.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também